Suba até Vós Senhor como incenso



Suba até Vós Senhor como incenso

Az. Oliveira

Suba até Vós, Senhor, como incenso, a minha oração.

1. Senhor, a Vós clamo; socorrei-me sem demora,
escutai a minha voz quando Vos invoco.
Suba até Vós a minha oração como incenso,
elevem-se minhas mãos como oblação da tarde.

2. Guardai, Senhor, a minha boca,
defendei a porta dos meus lábios.
Não deixeis meu coração inclinar-se para o mal,
nem praticar a iniquidade com os malfeitores, /
nem tomar parte em seus lautos banquetes.

3. Castigue-me o justo
e repreenda-me com misericórdia,
mas o óleo dos ímpios nunca me perfume a cabeça;
enquanto fazem o mal, não deixarei de rezar.

4. Os seus chefes foram precipitados contra o rochedo
e compreenderam como eram suaves as minhas palavras.
Tal como terra cavada e lavrada,
foram seus ossos dispersos à boca do abismo.

5. Para Vós, Senhor Deus, se voltam os meus olhos;
em Vós me refugio, não me desampareis.
Defendei-me do laço que me prepararam,
defendei-me das ciladas dos malfeitores.

Sem áudio disponível