Feliz o Povo de quem o Senhor é Deus



Feliz o Povo de quem o Senhor é Deus

A. Cartageno

Feliz o povo de quem o Senhor é Deus, feliz o povo.

1. Vou cantar-Vos, meu Deus, um cântico novo,
vou celebrar-Vos ao som da harpa,
a Vós que dais aos reis a viria
e salvastes David, vosso servo.

2. Salvai-me da espada traiçoeira,
livrai-me do poder dos inimigos.
A sua boca profere mentiras
e a sua mão direita jura falso.

3. Sejam nossos filhos como rebentos,
no vigor da sua juventude;
e nossas filhas colunas angulares,
na estrutura de um templo.

4. Encham-se os nossos celeiros
dos mais abundantes frutos.
Multipliquem-se as nossas ovelhas,
aos milhares, nos nossos campos, /
venham carregados os nossos animais.

5. Não haja brechas nem saídas em nossas muralhas,
nem gemido algum em nossas praças.
Feliz do povo que possui tais bens,
feliz do povo de quem Deus é o Senhor.