34º Domingo (Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do universo)

34º Domingo (Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do universo)
Solenidade
Ano B




VER LEITURAS

Entrada

A Vós ó Verbo eterno (de F. Santos)


Aclamai Jesus Cristo (de J. Santos)


Aclamai Jesus Cristo (de F. Silva)


Alegre-se o Povo de Deus (de M. Luís)


Anunciaremos Teu Reino Senhor (de Christobal Halffter)


Ao Deus do Universo (de J. Santos)


Bendito bendito o que vem (de M. Luís)


Cristo ontem Cristo hoje (de J. P. Lécot)


Cristo vence (de A. Kunc)


Eis que vem o Senhor Deus (de M. Luís)


Hoje é dia de festa (de C. Silva)


Hossana nas alturas (de J. P. Martins)


Iremos com alegria (de M. Luís)


Jerusalém louva o teu Senhor (de C. Silva)


Jesus Cristo é Senhor (de C. Lameiro)


Jesus Cristo hoje e sempre é o Senhor (de A. Mendes)


Jesus Cristo ontem e hoje (de A. Cartageno)


Jesus nossa redenção / Tu és a nossa alegria (de M. Luís)


Na glória do teu rosto contemplamos (de C. Silva)


Nele e para Ele (de F. Santos)


No fim dos tempos (de J. P. Martins)


O cordeiro que foi imolado (de F. Santos)


O Cordeiro que foi imolado (de A. Cartageno)


O Senhor do Universo (de C. Silva)


O Senhor está sentado (de C. Silva)


Pão partido para um mundo novo (de J. Akepsimas)


Povo de Reis (de L. Deiss)


Povos batei palmas (de C. Silva)


Senhor trazei-nos a paz (de Az. Oliveira)


Senhor Tu és a luz (de Az. Oliveira)


Sobre um trono (de A. Cartageno)


Toda a terra cante ditosa (de L. Deiss)


Toda a terra Vos adore (de C. Silva)


Vinde benditos de meu Pai (de C. Silva)





Para usufruir de todas as funcionalidades, deve iniciar a sessão.
O registo no Laudate é gratuito.

Salmo Responsorial

Num trono de luz (de N. Costa)


O Senhor é Rei (de M. Luís)


O Senhor é Rei (de A. Leitão)


O Senhor é Rei (de B. Terreiro)


Apresentação dos Dons

Comunhão

Pós-Comunhão

A Vós ó Verbo eterno (de F. Santos)


Aclamai Jesus Cristo (de J. Santos)


Aclamai Jesus Cristo (de F. Silva)


Adorai o Senhor Deus (de Espiritual negro)


Alegre-se o Povo de Deus (de M. Luís)


Ao Deus do Universo (de J. Santos)


Bendizei o Senhor (de J. Berthier (Taizé))


Coração de Jesus nossa esperança (de Az. Oliveira)


Cristo é o primogénito de toda a criatura (de M. Luís)


Cristo vence (de A. Kunc)


Hinos de glória (de F. Haendel)


Jerusalém louva o teu Senhor (de C. Silva)


Jesus Cristo é Senhor (de C. Lameiro)


Jesus nossa redenção / Tu és a nossa alegria (de M. Luís)


Justos e verdadeiros (de F. Santos)


Lembrai-vos de nós Senhor (de M. Luís)


Louvarei para sempre o Vosso nome (de M. Luís)


Louvarei para sempre o Vosso nome (de M. Borda)


Louvarei para sempre o Vosso nome (de M. Simões)


Luz terna suave (de M. Luís)


Na glória do teu rosto contemplamos (de C. Silva)


Nele e para Ele (de F. Santos)


O cordeiro que foi imolado (de F. Santos)


Povos batei palmas (de C. Silva)


Saboreai como é bom o pão (de A. Cartageno)


Saudai o Senhor (de Melodia africana (Moçambique))


Se vos amardes (de F. Silva)


Senhor Tu és a luz (de Az. Oliveira)


Senhor Vós sois o caminho (de C. Silva)


Toda a terra cante ditosa (de L. Deiss)


Final

Adorai o Senhor Deus (de Espiritual negro)


Anunciaremos Teu Reino Senhor (de Christobal Halffter)


Ao Deus do Universo (de J. Santos)


Cristo ontem Cristo hoje (de J. P. Lécot)


Cristo vence (de A. Kunc)


Hinos de glória (de F. Haendel)


Jerusalém louva o teu Senhor (de C. Silva)


Jesus Cristo é Senhor (de C. Lameiro)


Jesus Cristo hoje e sempre é o Senhor (de A. Mendes)


Jesus Cristo ontem e hoje (de A. Cartageno)


Jesus nossa redenção / Tu és a nossa alegria (de M. Luís)


No fim dos tempos (de J. P. Martins)


Povos batei palmas (de C. Silva)


Saudai o Senhor (de Melodia africana (Moçambique))


Toda a terra cante ditosa (de L. Deiss)


Leituras para 34º Domingo (Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do universo)
Solenidade
Ano B

ANTÍFONA DE ENTRADA Ap 5, 12; 1, 6 
O Cordeiro que foi imolado é digno de receber o poder
e a riqueza, a sabedoria, a honra e o louvor.
Glória ao Senhor pelos séculos dos séculos.

Diz-se o Glória. 

ORAÇÃO COLECTA 
Deus eterno e omnipotente,
que no vosso amado Filho, Rei do universo,
quisestes instaurar todas as coisas,
concedei propício
que todas as criaturas, libertas da escravidão,
sirvam a vossa majestade e Vos glorifiquem eternamente.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

LEITURA I Dan 7, 13-14 
«O seu poder é eterno» 
O “Filho de homem” de que fala o profeta é a maneira de falar que Jesus depois adoptou, aplicando-a a Si mesmo. Este “Filho de homem” que recebe de Deus um reino eterno é Jesus, que, pela oblação de Si mesmo ao Pai na Cruz, mereceu a glória da ressurreição, e assim Se tornou o “Primogénito de entre os mortos”, Cabeça de toda a humanidade por Ele remida, Senhor de todo o Universo, sentado à direita do Pai. 

Leitura da Profecia de Daniel 
Contemplava eu as visões da noite, quando, sobre as nuvens do céu, veio alguém semelhante a um filho do homem. Dirigiu-Se para o Ancião venerável e conduziram-no à sua presença. Foi-lhe entregue o poder, a honra e a realeza, e todos os povos, nações e línguas O serviram. O seu poder é eterno, não passará jamais, e o seu reino não será destruído.
Palavra do Senhor.

SALMO RESPONSORIAL Salmo 92 (93), 1ab.1c-2.5 (R. 1a) 
Refrão: O Senhor é rei num trono de luz. Repete-se

O Senhor é rei,
revestiu-Se de majestade,
revestiu-Se e cingiu-Se de poder. Refrão

Firmou o universo, que não vacilará.
É firme o vosso trono desde sempre,
Vós existis desde toda a eternidade. Refrão

Os vossos testemunhos são dignos de toda a fé,
a santidade habita na vossa casa
por todo o sempre. Refrão

LEITURA II Ap 1, 5-8 
«O Príncipe dos reis da terra 
fez de nós um reino de sacerdotes para Deus» 
O Apocalipse de S. João, escrito em tempo de perseguição, proclama, para além da opressão e da morte infligida à Igreja, o triunfo pascal de Jesus, o Crucificado, mas agora Ressuscitado. Ele é Rei e Sacerdote diante de Deus. E os membros do seu povo, que é o seu Corpo místico, são, com Ele e n’Ele, reis e sacerdotes; são um povo real e sacerdotal; assim os fez o Baptismo. 

Leitura do Apocalipse
Jesus Cristo é a Testemunha fiel, o Primogénito dos mortos, o Príncipe dos reis da terra. Àquele que nos ama e pelo seu sangue nos libertou do pecado e fez de nós um reino de sacerdotes para Deus seu Pai, a Ele a glória e o poder pelos séculos dos séculos. Amen. Ei-l’O que vem entre as nuvens, e todos os olhos O verão, mesmo aqueles que O trespassaram; e por sua causa hão-de lamentar-se todas as tribos da terra. Sim. Amen. «Eu sou o Alfa e o Ómega», diz o Senhor Deus, «Aquele que é, que era e que há-de vir, o Senhor do Universo».
Palavra do Senhor.

ALELUIA Mc 11, 9.10 
Refrão: Aleluia. Repete-se
Bendito o que vem em nome do Senhor,
bendito o reino do nosso pai David. Refrão

EVANGELHO Jo 18, 33b-37 
«É como dizes: sou Rei» 
No tribunal judaico do Sinédrio, Jesus tinha aplicado a Si o título de “Filho do homem”, referido pelo profeta Daniel na primeira leitura. Agora, no tribunal romano diante de Pilatos, confirma o título de Rei, que os seus inimigos citam contra Ele como motivo de condenação. Mas, só os que são da verdade podem compreender o que diz a sua voz. 

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João 
Naquele tempo, disse Pilatos a Jesus: «Tu és o Rei dos Judeus?». Jesus respondeu-lhe: «É por ti que o dizes, ou foram outros que to disseram de Mim?». Disse-Lhe Pilatos: «Porventura eu sou judeu? O teu povo e os sumos sacerdotes é que Te entregaram a mim. Que fizeste?». Jesus respondeu: «O meu reino não é deste mundo. Se o meu reino fosse deste mundo, os meus guardas lutariam para que Eu não fosse entregue aos judeus. Mas o meu reino não é daqui». Disse-Lhe Pilatos: «Então, Tu és Rei?». Jesus respondeu-lhe: «É como dizes: sou Rei. Para isso nasci e vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade escuta a minha voz».
Palavra da salvação.

ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS 
Aceitai, Senhor, este sacrifício da reconciliação humana
e, pelos méritos de Cristo vosso Filho,
concedei a todos os povos o dom da unidade e da paz.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

PREFÁCIO Cristo, Sacerdote e Rei do universo
V. O Senhor esteja convosco.
R. Ele está no meio de nós.
V. Corações ao alto.
R. O nosso coração está em Deus.
V. Dêmos graças ao Senhor nosso Deus.
R. É nosso dever, é nossa salvação.
Senhor, Pai santo, Deus eterno e omnipotente,
é verdadeiramente nosso dever, é nossa salvação
dar-Vos graças, sempre e em toda a parte:
Com o óleo da alegria
consagrastes Sacerdote eterno e Rei do universo
o vosso Filho, Jesus Cristo, Nosso Senhor,
para que, oferecendo-Se no altar da cruz,
como vítima de reconciliação,
consumasse o mistério da redenção humana
e, submetendo ao seu poder todas as criaturas,
oferecesse à vossa infinita majestade
um reino eterno e universal:
reino de verdade e de vida,
reino de santidade e de graça,
reino de justiça, de amor e de paz.
Por isso, com os Anjos e os Arcanjos e todos os coros celestes,
proclamamos a vossa glória, cantando numa só voz:
Santo, Santo, Santo.

ANTÍFONA DA COMUNHÃO Salmo 28, 10-11 
O Senhor está sentado como Rei eterno;
O Senhor abençoará o seu povo na paz.

ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
Senhor, que nos alimentastes com o pão da imortalidade,
fazei que, obedecendo com santa alegria
aos mandamentos de Cristo, Rei do universo,
mereçamos viver para sempre com Ele no reino celeste.
Ele que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.