31º Domingo

31º Domingo
Tempo Comum
Ano B




VER LEITURAS

Entrada

Confiarei no meu Deus (de A. Espinosa)


Em coro a Deus louvemos (de Luiz Carlos Susin)


Escuta Israel (de C. Silva)


Escutai Senhor (de C. Silva)


Jerusalém louva o teu Senhor (de C. Silva)


Levanta-te Jerusalém (de F. Santos)


Não me abandoneis Senhor (de A. Cartageno)


O Senhor me apontará (de A. Cartageno)


Peregrino aonde vais (de C. Gabarain)


Proclamai que Jesus Cristo (de L. Deiss)


Sede a rocha do meu refúgio (de M. Simões)


Toda a terra Vos adore (de C. Silva)





Para usufruir de todas as funcionalidades, deve iniciar a sessão.
O registo no Laudate é gratuito.

Salmo Responsorial

Eu Vos amo Senhor (de M. Luís)


Eu Vos amo Senhor (de M. Faria)


Eu Vos amo Senhor (de F. Santos)


Apresentação dos Dons

Ao teu altar / Saber que virás / Quanta beleza / Quantos desertos (de R. Anthony (ou Bob Dylan ?))


Deus é amor (de M. Luís)


Em nossas mãos (de C. Silva)


Escuta Israel (de C. Silva)


Escutai Senhor (de C. Silva)


Hinos de glória (de F. Haendel)


Levanta-te Jerusalém (de F. Santos)


Onde há caridade verdadeira (de C. Silva)


Proclamai que Jesus Cristo (de L. Deiss)


Se vos amardes (de F. Silva)


Sede a rocha do meu refúgio (de M. Simões)


Sobre o altar (de C. Gabarain)


Tu és Senhor meu único bem (de Espiritual negro)


Vós permanecestes comigo (de C. Silva)


Comunhão

Deus é amor (de M. Luís)


Dou-vos um mandamento novo (de J. P. Martins)


É o Meu Corpo (de M. Debaisieux)


Escuta Israel (de C. Silva)


Eu sou o pão da vida (de B. Sousa)


Jerusalém louva o teu Senhor (de C. Silva)


O Senhor me apontará (de A. Cartageno)


Se cumprirdes os meus mandamentos (de C. Silva)


Se vos amardes (de F. Silva)


Vós permanecestes comigo (de C. Silva)


Pós-Comunhão

Confiarei no meu Deus (de A. Espinosa)


Deus é amor (de M. Luís)


Em coro a Deus louvemos (de Luiz Carlos Susin)


Escuta Israel (de C. Silva)


Hinos de glória (de F. Haendel)


Jerusalém louva o teu Senhor (de C. Silva)


Levanta-te Jerusalém (de F. Santos)


Louvado seja o meu Senhor (de J. Santos)


Não adores nunca ninguém (de Desconhecido)


O Senhor é sacerdote para sempre (de M. Luís)


O Senhor me apontará (de A. Cartageno)


Onde há caridade verdadeira (de C. Silva)


Proclamai que Jesus Cristo (de L. Deiss)


Se vos amardes (de F. Silva)


Sede a rocha do meu refúgio (de M. Simões)


Tu és Senhor meu único bem (de Espiritual negro)


Final

Confiarei no meu Deus (de A. Espinosa)


Hinos de glória (de F. Haendel)


Jerusalém louva o teu Senhor (de C. Silva)


Louvado seja o meu Senhor (de J. Santos)


Peregrino aonde vais (de C. Gabarain)


Senhor Tu amas o mundo (de J. P. Martins)


Vem construir irmão / Amanheceu na minha vida (de J. R. Monteiro)


Leituras para 31º Domingo
Tempo Comum
Ano B

ANTÍFONA DE ENTRADA Salmo 37, 22-23 
Não me abandoneis, Senhor;
meu Deus, não Vos afasteis de mim.
Senhor, socorrei-me e salvai-me.

ORAÇÃO COLECTA
Deus omnipotente e misericordioso,
de quem procede a graça de Vos servirmos fiel e dignamente,
fazei-nos caminhar sem obstáculos
para os bens por Vós prometidos.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

LEITURA I Deut 6, 2-6 
«Escuta, Israel: Amarás o Senhor com todo o teu coração» 
Amar a Deus de todo o coração, acima de todas as coisas, é lei fundamental para todo o homem. Não é novidade trazida por Cristo; constitui princípio absoluto já no Antigo Testamento. Jesus há-de recordá-lo para o levar depois à perfeição. Não é por acaso que o povo judaico, já desde o Antigo Testamento, introduziu esta passagem bíblica na sua oração da manhã diária. Nós também agora a lemos na oração da noite (Completas) na Véspera de cada domingo. 

Leitura do Livro do Deuteronómio 
Moisés dirigiu-se ao povo, dizendo: «Temerás o Senhor, teu Deus, todos os dias da tua vida, cumprindo todas as suas leis e preceitos que hoje te ordeno, para que tenhas longa vida, tu, os teus filhos e os teus netos. Escuta, Israel, e cuida de pôr em prática o que te vai tornar feliz e multiplicar sem medida na terra onde corre leite e mel, segundo a promessa que te fez o Senhor, Deus de teus pais. Escuta, Israel: o Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças. As palavras que hoje te prescrevo ficarão gravadas no teu coração».
Palavra do Senhor.

SALMO RESPONSORIAL Salmo 17 (18), 2-3.4.47.50-51ab (R. 2) 
Refrão:Eu Vos amo, Senhor:
Vós sois a minha força. Repete-se

Eu Vos amo, Senhor, minha força,
minha fortaleza, meu refúgio e meu libertador,
meu Deus, auxílio em que ponho a minha confiança,
meu protector, minha defesa e meu salvador. Refrão

Invoquei o Senhor – louvado seja Ele –
e fiquei salvo dos meus inimigos.
Viva o Senhor, bendito seja o meu protector;
exaltado seja Deus, meu salvador. Refrão

Senhor, eu Vos louvarei entre os povos
e cantarei salmos ao vosso nome.
O Senhor dá ao seu Rei grandes vitórias
e usa de bondade para com o seu Ungido. Refrão

LEITURA II Hebr 7, 23-28 
«Porque permanece para sempre, possui um sacerdócio eterno» 
Na continuação dos domingos anteriores, a leitura da Epístola aos Hebreus aprofunda o sentido do sacerdócio de Cristo; ele é superior ao da Antiga Aliança, porque é intransmissível, por isso, eterno. Na glória da ressurreição, em que vive agora para sempre, Jesus intercede por nós, e as acções sacerdotais da Igreja sobre a terra significam e tornam operante para os homens de todos os tempos e lugares o sacerdócio eterno de Jesus Cristo. 

Leitura da Epístola aos Hebreus 
Irmãos: Os sacerdotes da antiga aliança sucederam-se em grande número, porque a morte os impedia de durar sempre. Mas Jesus, que permanece eternamente, possui um sacerdócio eterno. Por isso pode salvar para sempre aqueles que por seu intermédio se aproximam de Deus, porque vive perpetuamente para interceder por eles. Tal era, na verdade, o sumo sacerdote que nos convinha: santo, inocente, sem mancha, separado dos pecadores e elevado acima dos céus, que não tem necessidade, como os sumos sacerdotes, de oferecer cada dia sacrifícios, primeiro pelos seus próprios pecados, depois pelos pecados do povo, porque o fez de uma vez para sempre quando Se ofereceu a Si mesmo. A Lei constitui sumos sacerdotes homens revestidos de fraqueza, mas a palavra do juramento, posterior à Lei, estabeleceu o Filho sumo sacerdote perfeito para sempre.
Palavra do Senhor.

ALELUIA Jo 14, 23 
Refrão: Aleluia. Repete-se
Se alguém Me ama, guardará a minha palavra, diz o Senhor;
meu Pai o amará e faremos nele a nossa morada. Refrão

EVANGELHO Mc 12, 28b-34 
«Amarás o Senhor teu Deus. Amarás o teu próximo» 
Na Nova Aliança, Jesus, o Filho de Deus, leva à perfeição o primeiro mandamento da Lei, o amor de Deus, e declara o amor para com o próximo, o segundo mandamento, semelhante ao primeiro. Reconhecê-lo e aceitá-lo é já um grande dom e o ponto de partida para o pôr em prática. Foi assim a primeira atitude do escriba; e Jesus louvou-o por isso. Ele estava já no bom caminho. 

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo S. Marcos 
Naquele tempo, aproximou-se de Jesus um escriba e perguntou-Lhe: «Qual é o primeiro de todos os mandamentos?». Jesus respondeu: «O primeiro é este: ‘Escuta, Israel: O Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma, com todo o teu entendimento e com todas as tuas forças’. O segundo é este: ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo’. Não há nenhum mandamento maior que estes». Disse-Lhe o escriba: «Muito bem, Mestre! Tens razão quando dizes: Deus é único e não há outro além d’Ele. Amá-l’O com todo o coração, com toda a inteligência e com todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, vale mais do que todos os holocaustos e sacrifícios». Ao ver que o escriba dera uma res¬posta inteligente, Jesus disse-lhe: «Não estás longe do reino de Deus». E ninguém mais se atrevia a interrogá-l’O.
Palavra da salvação.

ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS 
Senhor, fazei que este sacrifício
seja para Vós uma oblação pura
e para nós o dom generoso da vossa misericórdia.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

ANTÍFONA DA COMUNHÃO Salmo 15, 11 
O Senhor me ensinará o caminho da vida,
a seu lado viverei na plenitude da alegria.

Ou Jo 6, 58 
Assim como o Pai que Me enviou
é o Deus vivo e Eu vivo pelo Pai,
também o que Me come viverá por Mim, diz o Senhor.

ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO 
Multiplicai em nós, Senhor, os frutos da vossa graça,
para que os sacramentos celestes
que nos alimentam na vida presente
nos preparem para alcançarmos a herança prometida.
Por Nosso Senhor.