12º Domingo

12º Domingo
Tempo Comum
Ano B




VER LEITURAS

Entrada

Aclamai Jesus Cristo (de F. Silva)


Anunciaremos Teu Reino Senhor (de Christobal Halffter)


Confiarei no meu Deus (de A. Espinosa)


Deus vive na Sua morada santa (de F. Santos)


É preciso renascer (de J. P. Martins)


És Senhor minha força (de A. Espinosa)


Eu sou a Salvação do meu povo (de C. Silva)


Minha luz e salvação (de D. Julien)


Pelos caminhos da esperança (de J. P. Martins)


Peregrino aonde vais (de C. Gabarain)


Rochedo meu abrigo (de Az. Oliveira)


Se me envolve a noite escura / Nada temo (de M. Luís)


Vamos confiantes (de C. Silva)





Para usufruir de todas as funcionalidades, deve iniciar a sessão.
O registo no Laudate é gratuito.

Salmo Responsorial

Apresentação dos Dons

Bonum est confidere / É bom confiar (de J. Berthier (Taizé))


Como é admirável Senhor a Vossa bondade (de F. Santos)


Então Deus vive já no meio de nós (de K. Grahl)


Minha luz e salvação (de D. Julien)


Quando te encontro / O Bom Pastor (de Baixo Alentejo / A. Aparício e A. Cartageno)


Rochedo meu abrigo (de Az. Oliveira)


Se me envolve a noite escura / Nada temo (de M. Luís)


Tu que nas margens do lago (de C. Gabarain)


Vamos confiantes (de C. Silva)


Comunhão

Pós-Comunhão

A semente é a palavra de Deus (de C. Silva)


Aclamai Jesus Cristo (de F. Silva)


Bonum est confidere / É bom confiar (de J. Berthier (Taizé))


Cantai comigo (de H. Faria)


Como é admirável Senhor a Vossa bondade (de F. Santos)


Confia minha alma (de J. Gelineau)


Confiarei no meu Deus (de A. Espinosa)


És Senhor minha força (de A. Espinosa)


Eu sou o bom pastor (de C. Silva)


Louvar-Vos-ei Senhor porque me salvastes (de M. Luís)


Minha luz e salvação (de D. Julien)


O Senhor é meu pastor / Confiarei nessa voz (de N. Lemos)


Quando te encontro / O Bom Pastor (de Baixo Alentejo / A. Aparício e A. Cartageno)


Se me envolve a noite escura / Nada temo (de M. Luís)


Final

Anunciaremos Teu Reino Senhor (de Christobal Halffter)


Cantai comigo (de H. Faria)


Confiarei no meu Deus (de A. Espinosa)


É preciso renascer (de J. P. Martins)


És Senhor minha força (de A. Espinosa)


Peregrino aonde vais (de C. Gabarain)


Leituras para 12º Domingo
Tempo Comum
Ano B

LEITURA I Job 38,1.8-11

Leitura do Livro de Job
O Senhor respondeu a Job do meio da tempestade, dizendo:
«Quem encerrou o mar entre dois batentes,
quando ele irrompeu do seio do abismo,
quando Eu o revesti de neblina
e o envolvi com uma nuvem sombria,
quando lhe fixei limites e lhe tranquei portas e ferrolhos?
E disse-lhe:
‘Chegarás até aqui e não irás mais além,
aqui se quebrará a altivez das tuas vagas’».

SALMO RESPONSORIAL Salmo 106 (107)

Refrão 1: Dai graças ao Senhor,
porque é eterna a sua misericórdia.

Refrão 2: Cantai ao Senhor, porque é eterno o seu amor.

Os que se fizeram ao mar em seus navios,
a fim de labutar na imensidão das águas,
esses viram os prodígios do Senhor
e as suas maravilhas no alto mar.

À sua palavra, soprou um vento de tempestade,
que fez encapelar as ondas:
subiam até aos céus, desciam até ao abismo,
lutavam entre a vida e a morte.

Na sua angústia invocaram o Senhor
e Ele salvou-os da aflição.
Transformou o temporal em brisa suave
e as ondas do mar amainaram.

Alegraram-se ao vê-las acalmadas,
e Ele conduziu-os ao porto desejado.
Graças ao Senhor pela sua misericórdia,
pelos seus prodígios em favor dos homens.

LEITURA II 2 Cor 5,14-17

Leitura da Segunda Epístola do apóstolo São Paulo aos Coríntios
Irmãos:
O amor de Cristo nos impele,
ao pensarmos que um só morreu por todos
e que todos, portanto, morreram.
Cristo morreu por todos,
para que os vivos deixem de viver para si próprios,
mas vivam para Aquele que morreu e ressuscitou por eles.
Assim, daqui em diante,
já não conhecemos ninguém segundo a carne.
Ainda que tenhamos conhecido a Cristo segundo a carne,
agora já não O conhecemos assim.
Se alguém está em Cristo, é uma nova criatura.
As coisas antigas passaram: tudo foi renovado.

ALELUIA Lc 7,16

Aleluia. Aleluia.

Apareceu entre nós um grande profeta:
Deus visitou o seu povo.

EVANGELHO Mc 4,35-41

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos
Naquele dia, ao cair da tarde,
Jesus disse aos seus discípulos:
«Passemos à outra margem do lago».
Eles deixaram a multidão
e levaram Jesus consigo na barca em que estava sentado.
Iam com Ele outras embarcações.
Levantou-se então uma grande tormenta
e as ondas eram tão altas que enchiam a barca de água.
Jesus, à popa, dormia com a cabeça numa almofada.
Eles acordaram-n’O e disseram:
«Mestre, não Te importas que pereçamos?»
Jesus levantou-Se,
falou ao vento imperiosamente e disse ao mar:
«Cala-te e está quieto».
O vento cessou e fez-se grande bonança.
Depois disse aos discípulos:
«Porque estais tão assustados? Ainda não tendes fé?»
Eles ficaram cheios de temor e diziam uns para os outros:
«Quem é este homem,
que até o vento e o mar Lhe obedecem?»